06/06/2022

Escrituração fiscal para empresas!

Abertura de empresas contabilidade empreendedor Empreender empreendimento Empresário fiscal Negócio Santa Catarina Tijucas

Contabilidade Cruz

Todos nós sabemos que a tributação no Brasil é burocrática e complicada, por isso que muitos empresários acabam se enrolando na hora de fazer a sua escrituração fiscal.

Aliás, você sabe exatamente o que é escrituração fiscal e como negligenciá-la pode prejudicar muito o seu negócio?

Então vem entender mais da escrituração fiscal, saber o que é responsabilidade sua como gestor, o que é da contabilidade, e também conhecer soluções mais eficientes para não sofrer mais com esse documento fiscal importantíssimo.

Entenda o que é escrituração fiscal

De forma simples e direta, escrituração fiscal é o ato de lançar todas as contas da empresa para que seja feita a apuração dos impostos, que em seguida serão compilados em livros.

Isso deve ser feito seguindo todos os parâmetros legais e devidamente entregues à receita dentro dos prazos estipulados para não correr o risco de levar multas.

Sempre que sua empresa compra alguma mercadoria ou solicita um serviço, a nota fiscal da transação deve ser escriturada, pois é este documento que permitirá que os órgãos fiscalizadores acompanhem os tributos.

O que se faz na escrituração fiscal, afinal?

Por se tratar de um documento que tem fins legais e jurídicos, deve seguir os parâmetros estabelecidos pelo código civil, seguindo à risca para que possa ser validado.

Algumas coisas básicas como, informações em ordem cronológica, idioma e moeda corrente devem ser seguidas, assim como todos os dados devem ser descritos em formato contábil, sem rasuras, borrões, emendas ou qualquer coisa que deixe margem para suspeita de fraude.

Veja quais são os livros para uma escrituração fiscal:

  • ·       Escrituração de entradas e saídas;
  • ·       Escrituração de serviços prestados e tomados;
  • ·        Escrituração dos serviços de transporte;
  • ·        Escrituração Contábil Fiscal – ECF.

 Por outro lado, conheça os livros fiscais que as empresas do Simples Nacional devem escriturar

Já citamos lá em cima os livros de entrada e saída que são os itens básicos que devem constar em toda escrituração fiscal, porém, no caso das empresas que aderiram a qualquer regime, inclusive o Simples Nacional, outros livros entram nos requerimentos.

São eles:

  •  Livro Caixa, onde deve constar toda movimentação bancária da empresa e ser assinado pelo responsável contábil;
  •  Livro de Registro de Inventário, onde consta todos os itens dos estoques ao final de cada ano-calendário;
  •   Livro de entrada;
  •  Livro de Registro de Impressão de Documentos Fiscais;
  •   Livro de Registro de Veículos.

Por isso, a melhor solução é contar com uma assessoria contábil experiente e que possa agregar ferramentas modernas para agilizar a produção desses documentos e assim você tem tranquilidade para focar em administrar o negócio e fazê-lo crescer.

Compartilhe este post:

Holding Familiar

A Holding Familiar é uma empresa constituída com a intenção de controlar o patrimônio de uma ou mais pessoas físicas de uma mesma família que possuam bens e participações societárias em seu nome.

Leia mais

Calendário Obrigações da Empresa Janeiro– 2022

Calendário Obrigações da Empresa Janeiro– 2022

Leia mais

Calendário de Obrigações da Empresa Junho/2021

Confira em o Calendário de Obrigações da Empresa - Junho/2021! 🗓️✔️ Mantenha-se informado! ✨🚀

Leia mais