11/06/2021

O PIX vai ser pago? Entenda!

pix contabilidade

@cruzcontabilidade
Em pouco mais de 6 meses de existência o PIX já superou todas as outras formas de transferências. No entanto, uma das últimas notícias tem preocupado os usuários, pois o PIX vai ser pago.
Mas, calma, não são todas as pessoas que vão precisar pagar para usar essa ferramenta facilitadora de pagamentos. Confira!
Quem vai precisar pagar para usar o PIX?
Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Santander vão cobrar as empresas para fazer transferências e receber valores via PIX. Isso vai acontecer porque o Banco Central não determinou isenção para pessoas jurídicas como o fez para pessoas físicas.
O PIX vai ser pago nas seguintes condições: Envios de dinheiro e em alguns casos, nos recebimentos de valores.

Empresas MEIs não podem ser cobradas para usar o sistema PIX.
A princípio, as Instituições Bancárias já divulgaram suas taxas para transferências de PIX, segue:
– Bradesco – 1,4% do valor da transação, com tarifa mínima R$1,65 e máxima de R$9,00.
– Itaú – 1,45% do valor da transação, com tarifa mínima de R$1,75 e máxima de  R$9,60.
– Santander – 1% do valor da transação, tarifa mínima de R$0,50 e máxima de R$10,00.
– Banco do Brasil – 0,99% do valor da transação, tarifa mínima de R$1,00 e máxima de R$10,00.
Os recebimentos de transferências via PIX também serão cobrados:
– Bradesco – 1,4% do valor da transação, tarifa mínima de 0,90 e máxima de R$145,00.
– Santander – 1,4% do valor da transação, com tarifa mínima de R$0,95.
–Itaú – 1,45% do valor pago, tarifa mínima de R$1,00 e máxima de R$150,00.
– Banco do Brasil – 0,99% do valor da transação, tarifa máxima de R$140,00.
As Fintechs e a Caixa Econômica Federal ainda não divulgaram suas possíveis taxas.
Pessoas físicas vão precisar pagar pelo PIX?
O sistema mais moderno de pagamento instantâneo do Brasil vai continuar sendo gratuito para pessoas físicas e também para microempreendedores individuais ( MEI). 
Contudo, novas funcionalidades podem surgir com o tempo e essas podem ser cobradas.
Benefícios do PIX para as empresas
O PIX vai ser pago em algumas situações, no entanto, mesmo assim continuará sendo a opção mais viável para transferências, recebimentos e até mesmo saques em espécie.
A verdade é que as tarifas do PIX não são mais onerosas do que os cartões de crédito, boletos e outros tipos de transferências como DOC e TED. Ademais, os custos podem ser reduzidos conforme o relacionamento entre as empresas e as instituições bancárias.
Compartilhe este post:

7 princípios para desenvolver uma boa liderança

Você deseja aprender sobre liderança para se tornar um líder de sucesso? ✨🚀 Confira nosso conteúdo especial sobre o assunto!

Leia mais

Calendário de Obrigações da Empresa Março/2021

Calendário de Obrigações da Empresa - Março/2021! 🗓️✔️ Mantenha-se informado!

Leia mais

Calendário de Obrigações da Empresa Maio/2021

Confira em o Calendário de Obrigações da Empresa - Maio/2021! 🗓️✔️ Mantenha-se informado! ✨🚀

Leia mais